O gerente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT) da Região Norte/Noroeste e Lagos do Estado do Rio de Janeiro, Thiago Carvalho, acompanhado do gerente de Atividades de Distribuição, Ocimar Brum, se reuniu nesta quinta-feira (5) com representantes da Secretaria de Administração de São Francisco de Itabapoana (SFI), juntamente com os funcionários das Agências dos Correios (AGC) do município. A prefeita Francimara Barbosa Lemos não pôde participar, já que estava cumprindo agenda em Brasília.

        Na ocasião, também participou da reunião o coordenador de atividades externas dos Correios Central de Campos dos Goytacazes, Sebastião Alves de Almeida, que falou sobre o motivo do encontro. “Nós viemos ouvi-los e saber do trabalho de cada um para apontar melhorias, alinhar ideias e identificar deficiências que precisam ser resolvidas. Também vamos falar de indicadores, porque os Correios precisam cumprir metas para atender bem ao nosso cliente”, explanou.

Ao dirigir a palavra, Thiago fez elogios. “Ao observar o empenho em atender as AGC’s, quero reafirmar que a função de fiscalização tem sido primordial. Parabéns pelo belo trabalho, modelo que vamos implementar nas próximas localidades”, disse o gerente, que também fez uma solicitação aos presentes. “Queremos que vocês apresentem para gente suas manifestações, reivindicações e sugestões para melhorar cada vez mais nossos trabalhos”, disse.

A reunião transcorreu com muito diálogo, troca de ideias e informações. Muitos também puderam tirar suas dúvidas e sugeriram algumas iniciativas que antes eram disponibilizadas nas AGC’s. Esse assunto foi o questionamento da funcionária da agência de Sossego, Franciane Almeida. “Há alguns anos era fornecido o serviço de cartas com AR (Aviso de Recebimento) e de Tele Sena, mas hoje não oferecemos mais e muitas pessoas perguntam”, questionou.

Por conta disso, o gerente dos Correios de São Francisco, Cláudio Enéias de Freitas Gomes, falou sobre o assunto. “No passado os Correios tiveram muito prejuízo com a emissão desses serviços, por isso houve a suspensão. Mas já estou planejando o retorno deles. Todas as agências irão voltar a vender Sedex, Carta Registrada, PostalCap e todo serviço que poderá ser feito na unidade. Também estamos trabalhando em conjunto com o Banco do Brasil, mas como depende do sistema, as transações devem ser realizadas na Agência do Centro”, relatou.

Aperfeiçoar o atendimento – O coordenador de Atendimento da Região, Osvaldo Estefan Júnior, destacou o trabalho dos funcionários das AGC’s. “Vocês são nossos representantes, nosso braço nas comunidades. O trabalho de vocês deve estar sempre alinhado para trabalharmos cada vez melhor, seja no dia a dia, vendendo nossos serviços, a fim de facilitar para que o morador da localidade que não precisará gastar tanto para se deslocar até os Correios do Centro da cidade para adquirir os serviços e nós não iremos ser cobrados por erros de informação, isso prejudica nosso indicador”, explicou.

Durante a reunião muitas informações técnicas foram passadas. Entre elas a solicitação feita pelo coordenador de Atendimento pedindo para que todos ficassem atentos ao atualizar as informações no tempo hábil. “Quando o munícipe faz a compra pela internet, ele acompanha o objeto. Se a informação não estiver batendo com a do sistema, isso pode gerar uma reclamação no ‘Fale Conosco’, e o nosso indicador cai. Vamos nos esforçar para fazer tudo no tempo certo e deixá-lo sempre informado. Busquemos a excelência no atendimento”, lembrou.

Sensibilidade do Governo – O subsecretário municipal de Administração, Renato Cunha, detalhou as iniciativas da prefeitura para atender melhor a população são franciscana. “A gente sabe que o primeiro ano de governo é muito difícil, mas a prefeita Francimara, dentro das possibilidades, tem buscado recursos para investir nos serviços prestados pela prefeitura. A permanência das agências dos Correios espalhadas no município é um exemplo disso. A prefeitura recebeu uma notificação da Agência Central dos Correios, no Rio de Janeiro, informando que não haverá mais repasse para 13 das 15 agências do órgão na cidade, o que acarretaria no fechamento delas. Mas a prefeita assumiu a responsabilidade e manteve as AGC’s abertas, funcionando para ajudar aos munícipes”, relatou Cunha.

Na oportunidade, o fiscal das Agências dos Correios Municipal, George Rodrigues Moço, pontuou outras iniciativas do Governo. “Já demos início ao projeto piloto da inserção do painel na localidade de Santa Rita, além da linha telefônica para atender aos moradores da localidade. Já foram adquiras as linhas para as outras AGC’s e estamos vendo a possibilidade da compra dos aparelhos. Também distribuímos uniformes aos funcionários do setor, algo nunca feito antes. Estamos trabalhando para tentar, dentro do possível, auxiliar nossos colaboradores. E isso reflete na satisfação de toda a comunidade”, ressaltou.

Trabalhando há 36 anos nos Correios de Gargaú, Ana Gilda da Silva Oliveira deu sua avaliação do encontro. “A reunião foi proveitosa e não perdemos tempo, mas ganhamos mais conhecimento e tiramos nossas dúvidas sobre diversos assuntos relacionados ao nosso trabalho. Quero agradecer ainda ao empenho do Governo porque todas as vezes que aciono, eles me atendem. Isso demonstra preocupação em servir bem a todos”, elogiou.

Ascom SFI

Compartilhe: